11 de abr de 2011

Segunda



Hoje é a segunda com mais cara de segunda que tive ultimamente. Acordei com mensagens no meu celular e ligações aos montes. Cliente cobrando as peças que fiquei de mandar e mensagens me chamando de um bocado de nome, menos de bonito... Já imaginava que seria um dia daqueles. No trabalho, intercalava cafés para tentar tornar meu dia mais doce, mas de nada adiantou. Ela estava naqueles dias que ninguém conseguia conter. Ela me disse coisas e mais coisas que só uma pessoa com muito ódio poderia dizer... Não quero nem numerá-las aqui, corro o risco de ficar deprê novamente. Ah, essa mulher... Apesar de tudo eu a amo tanto... Um amor que a machucou, mas é amor... Voltando pro meu diazinho... Sai do trabalho as 20h30, tive que comprar pão, não conseguir ir para academia (chovia bastante), não tinha nada pra comer aqui em casa quando cheguei (tive que apelar para o Nissin Miojo) e tenho 2 trabalhos para começar a fazer... Vou ficar por aqui, pois a noite vai ser longa. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário