29 de abr de 2011

...



Ninguém vai me amar como ela me amou.
Ninguém vai cuidar de mim como ela cuidou.
Ninguém vai me corrigir como ela me corrigiu.
Ninguém vai me excitar como ela me excitou.
Ninguém vai ocupar o que ela ocupou.
Ninguém vai me esperar como ela me esperou.
Ninguém vai me admirar como ela já me admirou.
Ninguém vai me surpreender como ela me surpreendeu.
Ninguém vai me escrever como ela me escreveu.
Ninguém vai me tocar como ela me tocou.
Ninguém vai me ouvir como ela me ouvia.
Ninguém vai me entender como ela me entendia.
Ninguém vai se vestir como ela se vestia.
Ninguém vai ser mãe como ela era.
Ninguém vai me dar um filho como ela daria.
Ninguém vai fazer o que ela fazia.
Ninguém...

Nenhum comentário:

Postar um comentário